quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Oxossi – Arquétipo do Orixá

(assentamento de Oxossi)

Oxossi é o orixá que revela a importância da caça aos povos africanos, com reflexos no culto religioso. Sendo um caçador, é o orixá que garante a fartura, sustento, alimentação e a prosperidade ao ser humano. Em seu lado negativo, pode ser o “Pai da míngua”, da falta de provisão.
Rei Oxossi, senhor do Keto, rodeado de animais, usa capanga e um elegante chapéu de couro de abas largas enfeitado com penas de avestruz nas cores azul e branco. Leva dois chifres de touro na cintura, além do arco e flecha ( Ofá) de metal dourado, onde dança com o Ofá numa mão e na outra com o IRUKERÊ ( Espanta mosca, símbolo dos reis africanos). Usa um saiote com plumas verdes ou multicores, pulseiras e braceletes de bronze. Algumas vezes suas vestes, dependendo de sua “qualidade”, podem ser o azul turquesa, azul e branco, ou até mesmo todo de branco.  

Sua dança é a mímica de uma caça e simula o gesto de atirar flechas para a direita e para a esquerda, num movimento rápido e certeiro, as vezes pula e gira sobre si mesmo. É uma das danças mais bonitas do candomblé.O Aguerê é seu ritmo litúrgico, porém mais lento, tipo o som de quem está a espera da caça, ao contrário do Aguerê de Iansã, que é num ritmo frenético e violento.
Sua comida preferida é a carne de porco, mas também come bode e galo vermelho. Não tolera feijão branco. Na qualidade de caçador, Oxossi tem sua casa ou assentamento no quintal do candomblé, ao ar livre, quase sempre em meio a arbustos e folhagens.

Além de Oxossi, também Exú, Ogum e Ossãe tem a habitação ao ar livre e, como insígnia, um objeto de ferro forjado. Essas quatro divindades estão intimamente interligadas. Sendo assim, Oxossi, em sua atividade venatória, penetra na mata e é Exú quem o ajuda e o orienta. É Exú quem lhe abre os caminhos, porém esses caminhos são dificultados por galharias, cipós, folhagens e imprevistos. Aí ocorre a Ogum, que com sua espada, limpar os caminhos para a penetração do caçador divino na mata. Uma vez dentro da mata, Oxossi está sobre o domínio de Ossãe, e este, ensina-o a conhecer as ervas que curam os homens e os animais, bem como as plantas sagradas que entram na liturgia dos orixás.


O IRUKERÊ ou ERUKERÊ – é uma espécie de cetro feito com pêlos do de touro, presos a um couro duro, constituindo um cabo, revestido de contas e búzios. É um dos principais instrumentos de caçadores e detém poderes sobrenaturais. Não é apenas mais um emblema, tem o poder de manejar e controlar todo tipo de espíritos da floresta, por isso Oxossi é o único orixá que entra na floresta da morte, jogando sobre sí um pó sagrado que o torna imune à morte (IKU).


















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.